A vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) foi morta a tiros na noite de quarta-feira (14) no centro da cidade. O motorista do carro também morreu. A principal hipótese da polícia é de execução. Veja o que se sabe sobre o caso:

Marielle havia participado de um evento no início da noite na Rua dos Inválidos, na Lapa,

Por volta das 21h30, o carro em que estavam Marielle, o motorista e uma assessora passava pela Rua Joaquim Paralhes, no Estácio

Nesse momento, um carro emparelhou com o veículo da vereadora, e foram feitos disparos

Marielle estava no banco de trás do carro, que tem vidros escurecidos. Por isso, a polícia suspeita que os criminosos acompanharam o grupo por algum tempo, tendo conhecimento da posição exata das pessoas

A vereadora foi atingida por 4 tiros na cabeça. Ainda não se sabe o calibre

O motorista, Anderson Pedro Gomes, levou pelo menos 3 tiros nas costas. O calibre também é ignorado

A assessora de Marielle foi atingida por estilhaços, foi levada a um hopistal e liberada

A polícia recuperou 9 cápsulas no local, mas ainda não se sabe o total de tiros disparados

Os criminosos fugiram sem levar nada

Até o momento, a polícia ouviu duas testemunhas: a assessora de Marielle e uma segunda, não identificada

A polícia busca imagens de câmeras de segurança

Fonte: G1

Responda