Ir para uma partida com o moral baixo é uma situação com a qual o Manchester City não está acostumado, mas, justamente em meio a um de seus piores momentos na temporada, o time de Pep Guardiola precisará buscar uma virada improvável para manter vivo seu sonho europeu. Vindo de duas derrotas consecutivas para rivais, os Citizens precisam marcar pelo menos três gols para desfazer a vantagem construída pelo Liverpool e alcançar as semifinais da Liga dos Campeões. As duas equipes se enfrentam no City of Manchester nesta terça-feira, às 15h45 (de Brasília) – o GloboEsporte.com acompanha a partida em Tempo Real.

Com um futebol com selo de qualidade de Guardiola, o City colecionou, ao longo da temporada, vítimas de seu toque de bola, velocidade e efetividade nas finalizações – que renderam um total de 41 vitórias em 53 jogos oficiais. Entretanto, em uma das semanas mais decisivas de 2017/18, foi vítima de resultados surpreendente: primeiro, uma derrota por 3 a 0 diante do Liverpool, em plena quarta de final da Liga dos Campeões. Depois, com a chance de conquistar a Premier League diante do maior rival, um revés por 3 a 2 de virada, após abrir dois gols de diferença.

O cenário, desta forma, não é o mais favorável para que os Citizens retomem a boa fase de antes e protagonizem uma virada heroica diante de uma equipe que vem em crescimento na temporada. Mas o discurso entre os líderes do time, naturalmente, vai na direção contrária. É possível levantar o astral do time e vencer o Liverpool? O técnico Pep Guardiola acredita que sim, contanto que o City faça uma partida quase sem erros.

– Claro que para avançar temos que fazer um jogo quase perfeito, mas temos 90 minutos e no futebol tudo pode acontecer. Vamos atacar, não sei quantos gols marcaremos, mas temos que fazer o primeiro, depois fazer o segundo e vamos ver. Se não conseguirmos ir bem no lado psicológico, vai ser uma boa lição para o futuro, não estamos aqui por um breve momento, mas também pensando no futuro. Vai ser um bom teste, o resultado é difícil, sabemos o que temos que fazer, temos 90 minutos, mais os acréscimos. Mostramos muito este ano – disse Guardiola.

Se o City fizer um 3 a 0 a favor no City of Manchester, leva a decisão para a prorrogação e, caso necessário, disputa de pênaltis. Se o Liverpool marcar um gol, os Citizens terão que vencer por pelo menos quatro de diferença, pelo critério de gols marcados fora de casa.

O volante Fernandinho admitiu que a semana passada foi difícil, mas afirmou que esse é um momento de união entre time e torcida.

– Agora é a hora dos jogadores experientes liderarem, manter o ânimo alto. Essas derrotas não foram fáceis, mas acontece com os melhores times do mundo, temos que continuar. O que fizemos nessa temporada foi incrível, temos chances de passar na Champions. Sabemos que não vai ser fácil, mas vamos lutar ate o fim – disse.

Pelo lado do Liverpool, Jürgen Klopp disse que não vê os Reds como favoritos para o duelo decisivo.

– Não estou interessado nesses rótulos, para mim o que importa são as duas partidas, queremos marcar gols. Depois do apito final você quer ganhar o jogo. Não estamos pensando em favoritismo. É uma oportunidade empolgante ir para a próxima fase, mas acho que nem o Barcelona acha que já avançou. No futebol você sempre tem a chance de revidar, o City tem a chance de jogar novamente, ir bem e ganhar o jogo – completou Klopp.

Salah incerto
O treinador do Liverpool não confirmou na entrevista coletiva da véspera da partida se o astro do time, Mohamed Salah, joga nesta terça-feira. O egípcio, autor de 38 gols nesta temporada, foi substituído no segundo tempo da partida de ida no Anfield com dores na virilha e não atuou no empate sem gols contra o Everton pelo campeonato inglês no sábado. Segundo Klopp, Salah será reavaliado no dia da partida.

– Não tenho certeza, os jogadores estão em Liverpool e agora estou aqui. Vamos ver se ele vai treinar hoje (segunda-feira). Há mais chances de que sim do que não. Temos que esperar até amanhã e tomarei uma decisão – explicou o treinador.

A partida de volta das quartas de final da Liga dos Campeões será nesta terça-feira, às 15h45 (de Brasília) – o GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real.

Fonte: GloboEsporte

Responda