O meia-atacante Diego Souza mostrou, após a vitória do São Paulo por 2 a 1 sobre o Linense, de virada, fora de casa, com gol nos acréscimos, que as críticas o vinham incomodando. O jogador, que tem sido escalado como centroavante, entrou no segundo tempo como meia e ajudou o Tricolor a vencer o lanterna do Campeonato Paulista e dar um passo importante rumo à classificação.

O São Paulo lidera o Grupo B com 14 pontos, quatro a mais do que São Caetano e Ponte Preta, que enfrentam Palmeiras e Bragantino, respectivamente, nesta segunda-feira. Faltam duas rodadas para o fim da primeira fase. Só os dois primeiros avançam. O próximo jogo do Tricolor é contra o Palmeiras, na arena do rival, quinta-feira.

– Muito se fala fora. Quando o resultado não vem, acontece muita picuinha. Estamos em formação. Queria eu que a gente estivesse jogando por música. Tive felicidade hoje de entrar na minha posição e vou tentar ajudar da melhor forma possível. As pessoas falam demais. Aqui tem muitos homens trabalhadores – disse o jogador.

– Vamos ganhar força. Torçam para que não dê certo. Se der certo, vão despertar um gigante – completou Diego Souza.

Rodrigo Caio, autor do gol da vitória, ressaltou que o ambiente do São Paulo não chegou a ser afetado pelas críticas:

– Muitas coisas falam fora, mas nada entra no nosso grupo. Nosso grupo é forte, unido. Nosso time está em construção, tivemos pouco tempo. Com calma, vamos nos acertando. Hoje ele (Diego Souza) e o Nenê entraram bem, puderam nos ajudar. Quem começa ou entra, entra para resolver os jogos – disse o zagueiro.

Na comemoração do gol, Rodrigo Caio correu em direção a Dorival Júnior e deu um abraço no treinador.

– Pensei no primeiro momento ir lá. A gente sabe o quanto ele (Dorival) trabalha, tenta nos ajudar. O gol foi para nós, a torcida, o Dorival. Importante que o gol tenha saído e que eu tenha podido ajudar – disse o jogador.

O São Paulo agora tem três dias para se enfrentar para o jogo contra o Palmeiras, quinta-feira, na casa do rival.

– Estamos preparados (para enfrentar o Palmeiras). Vamos entrar muito focados, temos três dias para nos preparamos muito fortes. O resultado, a gente não controla. Mas uma atuação segura a gente pode controlar – disse Rodrigo Caio.

Fonte: GloboEsporte

Responda