Uma das músicas menos ouvidas da obra de Antonio Carlos Jobim (1927 – 1994) com Newton Mendonça (1927 – 1960), parceria precocemente interrompida com a morte de Mendonça aos meros 33 anos, Só saudade ganha a voz de Fernanda Takai (vista em estúdio na foto de Pedro Hansen). Composição lançada em disco em 1956 em gravação da cantora fluminense Cláudia Moreno, mas nunca registrada por Jobim, Só saudade é uma das 12 músicas selecionadas por Takai para o quarto álbum de estúdio da carreira paralela da cantora sem o grupo mineiro Pato Fu. Intitulado O Tom da Takai, o disco está programado para chegar ao mercado fonográfico em maio em edição da gravadora Deck.

Outra música confirmada no disco é Bonita (Antonio Carlos Jobim, Gene Lees e Ray Gilbert, 1964), lançada pelo próprio compositor no álbum The wonderful world of Antonio Carlos Jobim (1964). O álbum O Tom da Takai tem produção e arranjos divididos de forma igualitária por Roberto Menescal com Marcos Valle. A cada um foram confiadas seis das 12 faixas do disco.

“Nós não pensamos nas músicas mais conhecidas ou óbvias para o repertório. Focamos na voz da Fernanda, como diz o título, no que ficaria muito bom no tom da Takai”, ressalta Menescal. “Procuramos alguns lados B do maestro, mas nem por isso com menos qualidade. E músicas que se adequassem ao estilo e à voz suave e personalíssima da Takai. Buscamos também trazer novidades nos arranjos, porém sem tirar a característica do Tom”, corrobora Valle.

Fonte: G1

Responda