Ator e cantor carioca que ganhou projeção nacional ao dar voz e vida a Cazuza (1958 – 1990), Emilio Dantas tem na novela Segundo sol – atual atração da TV Globo no horário das 21h – a chance de atuar novamente com música. Emilio – em foto de João Cotta – protagoniza a trama na pele do cantor de axé music Beto Falcão. Por isso mesmo, o ator aparece na capa e na seleção de 14 músicas do disco que a gravadora Som Livre lança neste mês de junho de 2018 com o primeiro volume da trilha sonora da novela de João Emanuel Carneiro dirigida por Dennis Carvalho.

É com o nome real de Emilio Dantas que o artista está creditado na faixa que encerra o disco, Axé Pelô (Marquinhos Osósio e Rô Case, 2018), inédito samba-reggae composto para a novela. Na trama ambientada em Salvador (BA), a música é o maior sucesso de Beto Falcão, cantor cuja falsa morte desencadeia a ação da história.

Axé Pelô é uma das três músicas inéditas do disco Segundo sol vol. 1. Só que as composições antigas – em maioria, sucessos da axé music na década áurea de 1990 – reaparecem na trilha em novas gravações. Nada menos do que 11 das 14 gravações do disco são inéditas, tendo sido feitas para a novela. O que valoriza a trilha sonora.

Eis, na ordem do disco, as músicas (com os respectivos compositores e os anos em que foram lançadas no mercado fonográfico) e os intérpretes escalados para Segundo sol vol. 1:

1. O segundo sol (Nando Reis, 1999) – BaianaSystem com Cássia Eller

2. Vem meu amor (Silvio Almeida Bispo e Guio, 1997) – Wesley Safadão

3. Beleza rara (Ed Grandão e Nego John, 1996) – Thiaguinho

4. Baianidade nagô (Evandro Rodrigues, 1991) – Maria Gadú

5. O mais belo dos belos (Adailton Poesia, Guiguio e Valter Farias, 1992) – Alcione

6. Por amor (Zé Maria, 2017) – Zé Maria com Ney Matogrosso

7. Um canto de afoxé para o bloco do Ilê (Caetano Veloso e Moreno Veloso, 1982) – Caetano Veloso, Moreno Veloso, Tom Veloso e Zeca Veloso

8. Afogamento (Gilberto Gil, 2018) – Gilberto Gil e Roberta Sá

9. O que seria (Carlinhos Brown e Junior Meirelles, 2018) – Carlinhos Brown

10. Você passa e eu acho graça (Ataulfo Alves e Carlos Imperial, 1968) – Laila Garin e A Roda

11. Beija-flor (Xexéu e Zé Raimundo, 1993) – Johnny Hooker

12. Mal acostumada (Meg Evans e Ray Araújo, 1997) – Simone & Simaria

13. Beleza pura (Caetano Veloso, 1979) – Dream Team do Passinho

14. Axé Pelô (Marquinhos Osósio e Rô Case, 2018) – Emilio Dantas

Fonte: GloboEsporte

Responda