Desde o primeiro encontro, em maio de 2017, Donald Trump e Emmanuel Macron selaram uma forte amizade, com direito a muitos elogios, apertos de mãos firmes, abraços calorosos e, como mostraram na atual visita do presidente francês aos EUA, até beijos e mãos dadas.

Na terça-feira (24), Trump arrancou risos de assessores e jornalistas que cobriam o encontro dos dois na Casa Branca e deixou Macron levemente sem jeito ao bater em seu ombro antes de posarem para fotos.

“Na verdade, vou tirar um pedacinho de caspa daqui. Só um pedacinho. Temos que deixá-lo perfeito. Ele é perfeito. É realmente, realmente ótimo estar com você e você é um amigo especial. Obrigado”, disse, sorridente.

A demonstração de proximidade pode ser vista já na segunda-feira, quando Macron surpreendeu Trump o cumprimentando com dois beijos no rosto ao chegar com a primeira-dama francesa, Brigitte Macron, para encontrar o presidente americano e sua mulher, Melania.

Fonte: G1

Responda