Embora nunca tenha deixado de ser uma banda da segunda divisão do pop rock brasileiro dos anos 1980, Radio Taxi teve sucesso e popularidade naquela década, sobretudo na primeira metade, com formação que incluía integrantes do extinto grupo Tutti Frutti. Radio Taxi – álbum lançado em 1989 pela extinta gravadora RGE e ora reeditado pela primeira vez no formato de CD neste mês de maio de 2018 pelo selo Discobertas – foi gravado quando o grupo paulistano já começava a amargar período de menor projeção no mercado fonográfico e era um power trio formado por Lee Marcucci (baixo e vocal), Maurício Gasperini (voz e guitarra) e Gel Fernandes (bateria).

Mesmo assim, há nomes estelares na ficha técnica desse disco produzido pela própria banda. Então à frente do Barão Vermelho, o cantor, compositor e guitarrista carioca Roberto Frejat figura na regravação de Pirataria, rock composto por Rita Lee em parceria com Lee Marcucci e lançado no antológico álbum Fruto proibido (1975), gravado por Rita na fase em que ela cantava e tocava com o Tutti Frutti. Rita, a propósito, é outra ilustre convidada do álbum Radio Taxi, também estando nos créditos da música Madame (Lee Marcucci, Maurício Gasperini, Mauro Gasperini e André Christovam, 1989).

Já o cantor e compositor paulista Kiko Zambianchi – então em evidência nas paradas daquele ano de 1989 com controvertida versão em português de Hey jude (John Lennon e Paul McCartney, 1968) – é o convidado de Sai do muro (Lee Marcucci, Maurício Gasperini, Mauro Gasperini e André Christovam, 1989).

Reeditado em CD com reprodução da arte gráfica original, o álbum Radio Taxi foi um dos poucos discos gravados pelo grupo sem o toque da guitarra de Wander Taffo (1954 – 2008), músico que fundou o Radio Taxi e que saiu de cena há dez anos. Taffo deixara a banda no fim dos anos 1980, mas tinha voltado para o Radio Taxi em 2006.

Fonte: G1

Responda