“Um bom desafio, emocionante”. Foi dessa maneira que Fernando Hierro definiu a oportunidade de comandar a Espanha na Copa do Mundo da Rússia. Escolhido para assumir o lugar de Julen Lopetegui, demitido nesta quarta-feira, o ex-zagueiro disse que não poderia recusar o chamado do presidente da Federação Espanhola, Luis Rubiales.

– É um bom desafio, emocionante. As circunstâncias são essas. É pensar que temos um grupo de jogadores que trabalham para a Copa do Mundo. Sou diretor de esportes há sete ou oito meses e não podia decepcionar. Todos têm o máximo carinho e admiração por Julen Lopetegui e seu trabalho e desejo-lhe o melhor em sua nova carreira.

Tentando mudar o clima de apreensão em torno da seleção espanhola, Hierro disse que o grupo precisa focar no futuro, para que o desempenho não seja afetado. Na avaliação do novo técnico, as circunstâncias não podem servir de desculpa para nada.

– Honestamente, nós vamos dar errado se pensarmos no passado e não no futuro. Eu tenho uma consciência muito clara de que o desafio é importante. Tem que ser um passo positivo e corajoso. Temos uma equipe excelente, excelentes condições e não nos esquecemos de competir. prioridade é focar no esporte – disse o treinador.

Fonte: GloboEsporte

Responda