Jean e Sidão entraram em rota de colisão no São Paulo. O problema entre os goleiros foi originado por publicações nas redes sociais. Para tentar aparar as arestas, o clube promoveu uma reunião entre os jogadores nesta quinta-feira, no CT da Barra Funda, com a participação do preparador da posição Marco Antônio Trocourt. A diretoria de futebol está ciente do assunto e também tenta apaziguar os ânimos.

Embora o papo tenha ocorrido em bom nível, quem acompanha o caso considera difícil que Jean mude o pensamento dele sobre Sidão. O goleiro de 22 anos tem personalidade forte e se sentiu ofendido, mas Sidão sustenta que não teve qualquer intenção de atacar o companheiro.

O agora reserva também não concordou com a maneira como perdeu a vaga de titular (ele atuou em seis partidas). Internamente o São Paulo tenta acalmar os ânimos e considera possível reverter o quadro na base da conversa e, em um primeiro momento, sem aplicar multas.

O problema entre os goleiros surgiu após a falha de Jean na derrota por 1 a 0 para o São Caetano, no sábado, no jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista.

Fonte: GloboEsporte

Responda