Em mensagens de texto enviadas a Lady Gaga, Kesha acusou o produtor e ex-colaborador Dr. Luke de estuprar Katy Perry, segundo um documento judicial divulgado pela imprensa americana nesta quarta-feira (13). Ele nega.

O caso é mais um capítulo da batalha legal entre a cantora e Luke, cujo nome verdadeiro é Lukasz Gottwald. A troca de mensagens teria sido anexada a um processo de difamação que ele moveu contra Kesha.

Os próprios advogados de Luke apresentaram a conversa à Justiça em maio, de acordo com a revista “Rolling Stone”. Nas mensagens trocadas com Gaga em 2016, Kesha teria dito ainda que também foi estuprada pelo produtor.

“Após essa conversa por mensagem de texto, e com o incentivo de [Kesha], Germanotta [sobrenome verdadeiro de Gaga] espalhou mensagens negativas sobre Gottwald na imprensa e nas mídias sociais”, diz o documento.

Fonte: GloboEsporte

Responda