É com a frase #TemMulherEmCampo que o Náutico encabeça pela primeira vez uma campanha de combate ao machismo e ao assédio no futebol. Comandada por Tatiana Roma, a Diretoria da Mulher começa a cuncionar a partir do dia 8 de março deste ano e se divide em três vertentes – esportiva, social e comercial – para atender às mulheres que jogam, torcem e trabalham no meio.

– Nasceu de uma ideia casada minha com ele (Edno Melo, presidente) pela necessidade de ter uma diretoria que tenha o olhar para as mulheres, em todos os aspectos. Tanto a mulher sócia quanto a torcedora, jogadora, a árbitra, enfim, a mulher que está no meio do futebol. Essa campanha da gente, na verdade, vem continuando uma crescente de movimentos que desejam afirmar o local da mulher, que na verdade é onde ela quer estar – explicou Tatiana.

Para dar continuidade a esse processo, o projeto do Alvirrubro é lançar campanhas de conscientização nos estádios, além de ações de marketing ao longo do ano com o mesmo viez.

– É para dizer que tem mulher jogando, apitando, na arquibancada, tem mulher trabalhando nos jogos e vai continuar tendo. Cada vez mais vai aumentar esse número e a mulher tem que ser respeitada. Independente de onde esteja, com que roupa esteja. Nada, absolutamente nada, é desculpa para o assédio, muito menos o machismo que a gente já conhece que permeia o mundo do futebol.

O futebol feminino
A primeira ação colocada em prática foi a estruturação do futebol feminino alvirrubro. Reativada no início de 2014, a equipe passou a ter acesso às instalações do CT timbu somente em fevereiro deste ano.

– Nesse primeiro momento a ideia é dar uma estruturação melhor ao futebol feminino, dar condições para elas treinarem e jogarem bem – explicou a diretora.

Fonte: GloboEsporte

Responda