Aos poucos, o Brasil vai conhecendo a nova revelação das equipes de base do Santos: o atacante Rodrygo Góes. Aos 17 anos, dois meses e seis dias, ele se tornou o jogador brasileiro mais jovem a marcar um gol na Libertadores nesta última quinta-feira, na vitória contra o Nacional do Uruguai, no Pacaembu. Na coletiva, pediu desculpas aos professores, já que havia faltado na aula para poder jogar.

Tanto brilho e protagonismo começam a suscitar a curiosidade de torcedores de outros clubes. Até quando vai o contrato de Rodrygo? Qual a multa rescisória? De onde ele veio? Para onde ele vai?

O GloboEsporte.com reuniu aqui essas e outras dúvidas sobre Rodrygo:

Até quando vai o contrato de Rodrygo?

19 de julho de 2022.

Quando foi assinado?

21 de julho de 2017.

Qual a multa rescisória?

50 milhões de euros (R$ 202 milhões na cotação da última quinta-feira).

Qual a divisão dos direitos econômicos?

80% do Santos, 20% de Rodrygo.

O Santos pretende negociá-lo?

Não. Há vários outros jogadores que o Santos vê como “negociáveis”, até para poder colocar as finanças em dia. Mas Rodrygo, a princípio, só sai se alguém pagar a multa rescisória, o que resultaria na venda mais cara de um clube brasileiro, superando Vinícius Júnior, que custou 45 milhões de euros ao Real Madrid.

Quais clubes europeus já o procuraram?

Vários, mas a proposta que quase o levou embora do Santos, ainda no ano passado, antes da assinatura de seu primeiro contrato como profissional, foi do Liverpool, da Inglaterra.

Qual a relação de Rodrygo com o Neymar?

Há algumas coincidências envolvendo os dois jogadores. Ambos chegaram ao Santos com 11 anos. Ambos assinaram com a mesma fornecedora de material esportivo, a Nike – sendo que Rodrygo bateu o recorde de Neymar ao se tornar o mais jovem jogador a assinar com a marca americana no Brasil (tinha 11 anos, contra 13 do hoje craque do PSG). Rodrygo tem Neymar como ídolo e já tirou algumas fotos com ele, como esta em 2016, no Instituto Neymar Júnior, na Praia Grande, litoral de SP. Recentemente, um jornal inglês apontou Rodrygo como “o próximo Neymar”.

Passado no São Paulo

Reportagem publicada no site Uol na semana passada mostrou que Rodrygo passou pelas equipes de base do São Paulo entre oito e dez anos de idade. Mas acabou se mudando para o Santos, seduzido pela oportunidade de jogar num clube que dá mais espaço para jovens promessas – e já com um contrato melhor.

Seleção de base

Rodrygo foi convocado na semana passada para amistosos da seleção sub-20. Mas, como já é hoje titular do Santos, o clube conseguiu sua liberação junto à CBF – o presidente José Carlos Peres foi à sede da entidade no Rio de Janeiro para formalizar o pedido, que acabou sendo aceito. O centroavante Yuri Alberto, que está com 16 anos e também já faz parte do elenco profissional do Santos, foi outro jogador liberado pela CBF após pedido do Santos.

É verdade que Rodrygo ainda estuda?

Sim. Ele cursa o terceiro ano do ensino médio numa escola de Santos, no período noturno (por isso, perdeu aula para jogar contra o Nacional pela Libertadores na última quinta-feira).

Fonte: GloboEsporte

Responda