No embalo da venda de ingressos para os shows da primeira turnê nacional dos Tribalistas, programada para estrear em 28 de julho em Salvador (BA) em rota que se estenderá até setembro, os dois álbuns do trio ganham simultâneas edições no formato de LP na primeira quinzena de maio. Ambos intitulados Tribalistas, os álbuns nunca tinham sido disponibilizados em vinil. Ambos também têm repertório autoral assinado por Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte.

Obra-prima da música pop brasileira do século XXI, o primeiro álbum Tribalistas foi lançado em 2002 em edição do selo de Marisa, Phonomotor Records, com a EMI Music, gravadora encampada em 2013 pela companhia fonográfica, Universal Music, que distribuiu em 2017 o segundo álbum Tribalistas, também editado via Phonomotor Records.

Mesmo tendo sido lançado em época em que o mercado fonográfico era corroído pela pirataria física de CDs e pelo compartilhamento ilegal de músicas, o disco de 2002 alcançou pico de vendas e enfileirou hits nas paradas nacionais, destacando no repertório músicas como Carnavália (Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte, 2002), É você (Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte, 2002), Já sei namorar (Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte, 2002), Passe em casa (Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown, Marisa Monte e Margareth Menezes, 2002) e, sobretudo, Velha infância (Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown, Marisa Monte, Davi Moraes e Pedro Baby, 2002).

Lançado 15 anos depois, já sob o império digital do comércio legalizado de músicas e discos, o álbum Tribalistas de 2017 surtiu menor efeito popular no Brasil do sertanejo pop, mas destacou composições como Diáspora (Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte, 2017) no repertório formado por dez músicas inéditas. A safra inclui músicas inspiradas como Baião do mundo (Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte, 2017), Aliança (Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown, Marisa Monte, Pedro Baby e Pretinho da Serrinha 2017) e Os peixinhos (Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte, 2017).

Os repertórios desses dois álbuns são a base do roteiro do show que junta Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte em grandes espaços de nove capitais do Brasil.

Fonte: G1

Responda