O São Paulo tem negociações avançadas para renovar os contratos do meio-campista Liziero e do goleiro Lucas Perri. Os dois jogadores revelados na base têm vínculos até fevereiro de 2020 e julho de 2019, respectivamente.

As conversas são para Liziero renovar por cinco anos, e Perri por mais quatro temporadas. Nos bastidores, o clube considera os acordos pendentes por detalhes.

Promovido ao profissional por André Jardine, Liziero se firmou entre os titulares com Aguirre e jogou nove das últimas dez partidas do Tricolor.

Apesar dos erros nas eliminações do São Paulo no Paulista e na Copa do Brasil, Liziero é muito elogiado no clube.

O volante perdeu penalidade na semifinal do Paulistão contra o Corinthians e cometeu pênalti com o braço que originou o primeiro gol do Atlético-PR no empate por 2 a 2 pela quarta fase da Copa do Brasil (o Tricolor havia perdido o duelo de ida por 2 a 1 na Arena da Baixada).

Mesmo assim, Liziero tem se destacado com bom passe, arrancadas ao ataque e dinâmica no meio de campo.

Lucas Perri, por sua vez, é visto com um goleiro promissor. O atleta de 20 anos foi alvo de interesse do Guarani e teve o nome ligado a especulações de clubes italianos como a Roma.

Nos bastidores, inclusive, fala-se em uma proposta de um 1 milhão de euros (cerca de R$ 4 milhões) de um clube italiano de nome não revelado pelo jogador. Mas o São Paulo não pensa em vendê-lo.

Atualmente terceiro goleiro tricolor atrás de Sidão e Jean, Perri tem passagens por seleção brasileira de base. Ele ficou na reserva de Sidão contra o Atlético-PR, pois Jean teve uma amigdalite. O goleiro era uma espécie de xodó do ex-técnico e ídolo Rogério Ceni, hoje no Fortaleza.

Fonte: GloboEsporte

Responda