Na Rússia, o Japão participará de sua sexta Copa do Mundo consecutiva: um feito e tanto para um país que até 1998 nunca tinha jogado um Mundial.

A missão japonesa será superar as campanhas de 2002 e 2010, quando a seleção chegou às oitavas de final.

Nas eliminatórias asiáticas, o que se viu foi um time frágil defensivamente, mas muito rápido e perigoso no ataque.

Fonte: GloboEsporte

Responda