A final da Liga dos Campeões ainda repercute na Espanha. Nesta terça-feira, Sergio Ramos voltou a se defender sobre a lesão no ombro esquerdo de Salah e a concussão do goleiro Karius ocorridas na partida entre Real Madrid e Liverpool, que terminou com vitória merengue por 3 a 1. E sobrou até para o brasileiro Firmino…

– Estão dando muita bola ao tema de Salah. Não queria falar, mas vendo bem a jogada, ele pega primeiro meu braço, e eu caio do outro lado. Ele lesiona o outro braço, e dizem que lhe dei uma chave de judô. Depois o goleiro disse que estava abalado por um choque comigo. Só falta Firmino dizer que estava resfriado porque caiu uma gota do meu suor nele – retrucou o capitão do Real Madrid e da seleção espanhola.

A lesão cerebral de Karius teria sido acarretada pelo choque com o zagueiro Sergio Ramos nos primeiros minutos do segundo tempo, pouco antes do primeiro gol do Real, marcado por Benzema. De acordo com o comunicado do Hospital Geral de Massachusetts, referência no assunto e onde o goleiro do Liverpool foi examinado, a concussão causou “disfunção espacial visual”. Os exames também apontaram a possibilidade de que “tais déficits afetem o desempenho”.

Sobre Salah, Sergio Ramos disse que conversou com o egípcio e que ele poderia ter até voltado para o jogo. O espanhol lamentou ainda que quando ele está envolvido, o fato sempre ganha maior repercussão.

– Falei com ele por mensagem, e está muito bem. Se tivesse feito uma infiltração poderia ter jogado o segundo tempo. Parece que quando Ramos faz, se destaca um pouco mais.

Fonte: GloboEsporte

Responda