O Sol sempre causou fascínio e mistério na humanidade, sendo representado como divindade em diferentes culturas, em várias partes do mundo, ao longo de toda a história. O próximo capítulo dessa relação é o envio de uma sonda que partirá da terra rumo à atmosfera solar ainda neste ano.

Enviado pela NASA, a agência espacial dos Estados Unidos, o equipamento levará consigo o nome de milhões de terráqueos, e o seu pode ser um deles. Na verdade, não tem muito segredo: para participar, basta acessar o site oficial da missão até e fazer o seu cadastro até o dia 27 de abril. Esse simples passo é o suficiente para que o seu nome seja inscrito em um microchip que sobrevoará o Sol.

A missão Parker Solar Probe decolará no verão do hemisfério norte (inverno no hemisfério sul) com uma sonda até um lugar ainda inexplorado pela humanidade. Ao cruzar a atmosfera solar, o equipamento será exposto a níveis altíssimos de calor e radioatividade e ajudará a responder “questões que os cientistas têm tentado descobrir por mais de seis décadas”, explicou o diretor da NASA Thomas Zurbuchen.

A heliofísica, estudo do Sol e de seus efeitos, é crucial para entender melhor como funciona a principal estrela do Sistema Solar, responsável direta pela manutenção da vida na Terra como a conhecemos.

Para chegar perto do astro-rei, a NASA equipará a sonda com um escudo de carbono com 11 cm de espessura que deve ser capaz de suportar mais de 1.300°C. “Este protetor térmico de última geração manterá em temperatura ambiente os quatro conjuntos de instrumentos desenvolvidos para estudar os campos magnéticos, as partículas energéticas e de plasma e a imagem do vento solar”, informa a agência.

Fonte: TecMundo

Responda