Após duas temporadas com gols decisivos a partir do banco de reservas, Everton abriu 2018 com a tão esperada titularidade no Grêmio em mãos. E já a corresponde com boas atuações e até certo protagonismo. No último domingo, o atacante foi um dos destaques na vitória por 2 a 1 sobre o Inter, no Beira-Rio, ao infernizar a zaga colorada e sofrer o pênalti convertido por Luan. Com moral, mira justamente a sequência de Gre-Nais decisivos pelas quartas de final do Gauchão para assumir um papel decisivo com gols sob o comando de Renato Portaluppi.

Na entrevista coletiva depois do treino deste sábado, o último antes do clássico do domingo, às 16h, na Arena, pelo jogo de ida, Everton afirmou que o embate com o maior rival é cenário ideal para enfim balançar as redes na temporada. Zerado em 2018, o jogador não marca desde o tento na prorrogação na vitória por 1 a 0 sobre o Pachuca, na semifinal do Mundial de Clubes, em dezembro.

– Está sendo um ano diferente para mim. Ano passado, bati bastante na tecla da sequência e da regularidade. Eu estou podendo ter essa sequência. Espero que seja durante todo o ano. A gente sabe que o Gre-Nal é um dos maiores clássicos do mundo. Do Brasil é o maior. O jogador se destacando pode mudar radicalmente a carreira. Pela visibildiade, atuando bem, fazendo gol é para fechar com chave de ouro. Aumenta ainda mais a confiança – afirma Everton.

Mesmo com a boa atuação no último clássico, o atacante se cerca de cautela e cuidados para projetar o Gre-Nal decisivo deste domingo. Em sua análise, os enfrentamentos com o maior rival não têm favorito e tendem a ficar cada vez mais equilibrado à medida que as equipes passem a se conhecer melhor.

Everton ainda se disse na torcida pelo retorno de Ramiro, que sofreu uma pancada na perna direita na sexta-feira e ficou fora da atividade do sábado. E alimentou as indefinições sobre a presença ou não de Arthur no time.

– Vai ficar mais equilibrado. A equipe do adversário vai nos conhecer melhor, neutralizar nossos pontos fortes. Fica mais equilibrado. Estamos em bom momento, mas não quer dizer que somos favoritos. Tudo pode acontecer. A gente sabe que é um time com bola parada bem forte. Tem jogadores inteligentes, rápidos – disse, antes de falar sobre as dúvidas – O Arthur é jogador de qualidade indiscutível, técnico, de bom passe. Ele, Jailson, Maicon, Michel, quem o Renato optar vai nos ajudar. Quanto ao Ramiro, espero que possa jogar – ressalta.

O provável Grêmio para o Gre-Nal tem: Marcelo Grohe; Madson (Léo Moura), Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Arthur (Jailson), Ramiro, Luan e Everton; Jael.
Após o treino, o elenco gremista inicia a concentração para o clássico. Grêmio e Inter se enfrentam no Gre-Nal 414 neste domingo, às 16h, na Arena, pelo jogo de ida das quartas de final do Gauchão. A volta está marcada para a quarta-feira, às 21h45, no Beira-Rio.

Fonte: GloboEsporte

Responda