O Bragantino optou por disputar em São Paulo o jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista contra o Corinthians. A questão financeira foi o que levou o Massa Bruta a tirar o jogo do Nabi Abi Chedid e levar para o Pacaembu. Para o técnico Marcelo Veiga, a mudança, obviamente, tem algumas diferenças para o time. Mas o treinador, independente disso, prefere destacar o desejo do Massa Bruta de surpreender o Corinthians. Fosse em Bragança ou em São Paulo.

– Não me sinto bem em campo, não estou desfrutando. Os primeiros seis meses correram bem, mas depois as coisas mudaram. Talvez a palavra não seja a mais precisa, mas tornou-se um pouco num inferno, porque – É lógico que jogando em casa é outra situação. Mas sabemos da necessidade. É sempre difícil enfrentar o Corinthians em qualquer lugar. Sabemos que teremos dificuldades aqui ou lá. O que vamos é tentar supreender. O nosso trabalho é dentro de campo. O presidente trabalha para cumprir com as obrigações do clube, e nós vamos em busca da vaga. São 180 minutos. Respeitamos muito o Corinthians, mas o Braga quer a vaga – afirmou o treinador em entrevista por telefone.

– As medidas dos campos (Nabi Abi Chedid e Pacaembu) são as mesmas. O que muda é o ambiente, a presença do nosso torcedor. Mesmo aqui, sabíamos que também teria torcedores do Corinthians. Mas tenho certeza que o torcedor do Bragantino, que é muito importante, vai estar conosco em São Paulo. O clube também disponibilizou ônibus. Queremos honrar mais uma vez a camisa do Bragantino e fazer um bom jogo domingo lá – acrescentou.

Mas antes de pensar no Corinthians, o Bragantino foca na partida contra o Vitória, nesta quinta-feira, 15, pela Copa do Brasil. O jogo contra os baianos está marcado para as 19h15, no Barradão. Como venceu o primeiro jogo por 1 a 0, o Bragantino joga pelo empate. Qualquer derrota por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis.

– Será mais uma decisão. Eles vão tentar buscar a vaga e devem ter uma postura ofensiva. O Bragantino tem que estar consciente disso e tentar surpreender. Queremos sair de lá com a vaga. São três decisões que teremos pela frente. Essa contra o Vitória e duas contra o Corinthians. Não há motivação melhor do que essa para um grupo como o nosso, simples e humilde. Queremos surpreender – disse.

– São mais 90 minutos. É uma grande vantagem (o empate). Entramos com um resultado no primeiro jogo. Vamos nos preparar para surpreender – completou.

O atacante Matheus Peixoto é um desfalque do Bragantino para a partida. O atleta ficará tratando uma lesão no tornozelo e deve ficar à disposição para a partida contra o Corinthians. Miguel é o provável substituto. Em contrapartida, o lateral-esquerdo Fabiano, que estava suspenso na partida contra o São Caetano, pelo Paulista, retorna à equipe neste jogo contra o Vitória. Isso deve fazer Gerley voltar à ponta esquerda.

Fonte: GloboEsporte

Responda