Tudo bem que o Google Assistente, a Cortana, a Siri e a Alexa até possuem suporte para o chinês, mas fato é que nenhuma dessas opções compreende exatamente todas as nuances do idioma e muito menos comportamentos específicos — que só quem realmente mora e vive a cultura da região pode saber. E é aí que a Xiaoi Ai, a ajudante digital da Xiaomi, quer entrar.

O vídeo de divulgação mostra que a novidade é bem similar ao produto da Gigante das Buscas, com barras coloridas que respondem ao seus comandos. Entre as principais funcionalidades estão o acesso a apps, manuseio de fotos, tradução de menus, checagem das condições climáticas e funções de smart home, a exemplo da ativação de luzes e do robô aspirador de pó.

Para os ocidentais pode até não trazer novidades, entretanto, para os os orientais significa bastante, já que ter uma inteligência artificial que compreenda a lógica da construção do pensamento e da construção das frases, assim como as particularidades do país, é um passo significativo. Ainda que não faça sucesso por aqui, deve causar barulho por lá — inclusive nos corredores da rival Huawei.

Fonte: G1

Responda