A situação parece bem complicada para a ZTE. A companhia chinesa foi proibida de adquirir componentes de qualquer empresa dos EUA por sete anos após violar uma sanção comercial e vender tecnologia para o Irã. Agora, ela também pode ser impedida de usar o Android em seus smartphones.

A informação foi dada por uma fonte anônima à agência de notícias Reuters. De acordo com ela, a ZTE e a Alphabet estão discutindo o impacto dessa punição, mas ainda não tomaram uma decisão final sobre o que será feito. Como o Android é um sistema operacional de código aberto, pode ser possível que a fabricante decida criar uma versão própria do sistema baseada no original.

Mas mesmo nesse caso, é possível que ZTE seja impedida de ter acesso ao Google Mobile Services, que inclui aplicativos e serviços como Google Play, Chrome e YouTube instalados por padrão. Na prática, isso iria impedir a ZTE de continuar competindo no mercado de celulares dos EUA, algo que já é difícil de acontecer atualmente, com a empresa não podendo comprar os processadores da Qualcomm que utiliza em seus aparelhos.

Fonte: TecMundo

Responda